|
|
(83)3021-4997 / 3225-6906
Terça, 22 Maio 2018 07:00

Violação de direitos autorais e danos morais: a (des)necessidade de comprovação dos danos morais indenizáveis

A Lei 9.610/1998 contempla as regras jurídicas que disciplinam os direitos autorais, dentre os quais enquadram-se as obras intelectuais, a exemplo dos textos de obras literárias, artísticas ou científicas; as composições musicais; as obras audiovisuais; as obras fotográficas, dentre outras previstas no art. 7º do mencionado diploma legal.

Dentre os direitos assegurados ao autor de uma obra intelectual, o artigo 24 da Lei 9.610/1998 elenca o direito de reivindicar, a qualquer tempo, a autoria da obra, ao passo que o artigo 28 do mesmo diploma legal preceitua que cabe ao autor o direito exclusivo de utilizar, fruir e dispor da obra literária, artística ou científica.

Depreende-se, da análise dos ditames que integram a Lei 9.610/1998, que a violação dos direitos autorais acarreta a responsabilização civil do infrator pelos danos morais suportados pelo autor da obra indevidamente utilizada.

A esse respeito, convém ressaltar que o Superior Tribunal de Justiça decidiu que a mera violação dos direitos autorais, ainda que desacompanhadas de prova efetiva do prejuízo sofrido pelo respectivo titular do direito autoral, acarreta a responsabilidade civil do infrator pelos danos morais daí decorrentes.

Para a ministra Nancy Andrighi, “o prejuízo prescinde de comprovação, pois decorre como consequência lógica dos atos praticados”

Ao assim decidir, o STJ entendeu que a reparação pelos danos morais decorrentes da violação dos direitos autorais independe de prova do efetivo abalo extrapatrimonial (dano moral) sofrido pelo autor da obra indevidamente utilizada.

Processo de referência: REsp 1.716.465

Ler 139 vezes Última modificação em Quarta, 25 Abril 2018 23:50

Horário de funcionamento

Segunda-Feira - Sexta-Feira - 8h - 17h
Sábado - Fechado
Domingo - Fechado

Localidade

Endereço:
Av. Sen. Ruy Carneiro, 33
Miramar, João Pessoa - PB, 58.032-101

Telefones:
(83) 3021-4997/3225-6906
(83) 98803-6906/99361-2545

Email:
villarmaia@villarmaia.adv.br

face